quarta-feira, 31 de maio de 2023

CARLOS VERAS: PRIMEIRO AGRICULTOR FAMILIAR ELEITO DEPUTADO FEDERAL DA HISTÓRIA DE PERNAMBUCO

               CARLOS VERAS: PRIMEIRO AGRICULTOR FAMILIAR ELEITO DEPUTADO FEDERAL DA HISTÓRIA DE PERNAMBUCO


Apesar de sua jovialidade e de, só agora, estar no exercício do seu segundo mandato, o deputado federal pernambucano transita pelos corredores da Câmara com bastante desenvoltura, com conhecimento de todos os pontos e de todas as normas vigenes na casa


Por: Marcos Lima





José Carlos Veras dos Santos, nascido em Tabira (PE), no dia 10 de agosto de 1981, prestes a completar 42 anos, já se encontra no exercício do cargo de deputado federal pela segunda legislatura consecutiva, tendo vencido a 1ª eleição para a Câmara Federal em 2019.Carlos Veras, como é mais conhecido nos meios políticos, filiou-se ao Partido dos Trabalhadores (PT) desde 1997, no qual permanece até hoje.Tendo trabalhado como agricultor, já aos 18 anos assumiu a presidência da Associação Rural de Poço de Dantas, uma Associação Privada situada em Tabira, desde 11/03/1986, cuja atividade econômica principal são atividades de associações de defesa de direitos sociais. A partir de então, passou a exercer diversos cargos e postos no movimento sindical de agricultores.Em 2008, foi candidato a prefeito de Tabira, mas não se elegeu. Entre 2009 e 2012 ocupou a vice-presidência da CUT em Pernambuco e entre 2012 e 2015 ocupou a presidência da entidade.Em 2018, candidatou-se para a Câmara Federal, quando obteve 72.005 votos, sendo o primeiro agricultor familiar eleito deputado federal da história de Pernambuco. Veras teve votos em todas as 185 cidades de Pernambuco, inclusive em Fernando de Noronha, onde teve 6 votos, obtendo quase 17 mil votos na Região Metropolitana do Recife e, em sua cidade natal, Tabira, teve quase 4 mil votos.”Sou o primeiro agricultor familiar eleito deputado federal por Pernambuco. Isso é muito importante. Quebramos paradigmas”, comemorou. “Mostramos que um trabalhador comum pode, sim, ser vereador, deputado, prefeito ou Presidente da República, como Lula. Basta que os trabalhadores acreditem e votem noutro trabalhador”, completou.Após ser eleito, Carlos Veras, que havia se licenciado a fim de disputar as eleições para a Câmara Federal, reassumiu a presidência da Central Única dos Trabalhadores (CUT) de Pernambuco.Como deputado, Veras foi vice-líder do Partido dos Trabalhadores na Câmara dos Deputados entre 2020 e 2021, tendo também uma atuação destacada enquanto presidente da Comissão de Direitos Humanos e Minorias – CDHM da Casa Baixa e membro titular da Comissão de Trabalho, de Administração e Serviço Público. O parlamentar pernambucano também participou da CPI que investigou o derramamento de óleo nas praias do Nordeste brasileiro.Com uma atuação destacada na Câmara Federal, apesar de ser um deputado ainda jovem e novo na casa, participou de diversas atividades, fez parte de várias comissões e teve várias proposições de sua autoria transformadas em Norma Jurídica. Em 2022, Carlos Veras foi reeleito com 127.482 votos, quase o dobro do que obteve em 2018, resultado de sua atuação no 1º mandato e também – e sobretudo -, porque em maio de 2020, às vésperas de entrar em confinamento, ele destinou mais de R$ 11 milhões para Pernambuco, por meio de emenda parlamentar. Além do Governo do Estado, 28 cidades de todas as regiões, além de duas instituições filantrópicas foram contempladas com o repasse, sendo recursos destinados especificamente para as ações de combate à pandemia de Covid-19, que àquela altura posicionava o Estado entre os cinco primeiros colocados em número de contaminações e óbitos no Brasil.Desse montante, cerca de R$ 8 milhões foram oriundos de emendas individuais e mais de R$ 3 milhões advindos de emendas de bancada.“Redirecionamos todos os nossos recursos para ajudar o governo de Pernambuco e as prefeituras a enfrentarem a pandemia que já atinge números alarmantes. É hora de somar esforços de todos os campos, sem divisão partidária ou ideológica, porque nosso maior inimigo é o vírus da Covid-19. A população também precisa fazer a sua parte seguindo as orientações das autoridades sanitárias e só saindo de casa em situação de extrema necessidade”, afirmou à época o deputado Carlos Veras. As cidades contempladas pelas emendas, além de Recife, foram Águas Belas, Bom Jardim, Brejo da Madre de Deus, Calumbi, Camaragibe, Carnaíba, Casinhas, Exu, Iguaracy, Ingazeira, Itacuruba, Jaboatão dos Guararapes, Lagoa do Carro, Orobó, Ouricuri, Salgadinho, Salgueiro, Santa Cruz da Baixa Verde, Santa Maria da Boa Vista, Santa Terezinha, São José do Belmonte, São José do Egito, Serra Talhada, Surubim, Tabira, Trinfo e Tuparetama. Além dessas 28 cidades, também foram contempladas as instituições filantrópicas Instituto de Medicina Integral Professor Fernando Figueira (IMIP) e o Instituto Social das Medianeiras da Paz de Araripina. Um dos aliados mais próximos de Lula em Pernambuco, o deputado Carlos Veras foi um grande cabo eleitoral do agora Presidente da República.





Nos próximos 4 anos e enquanto Lula for presidente, ele com certeza terá muito mais facilidades de continuar conquistando meios de garantir a destinação da emendas para os municípios pernambucanos, o que ele já o faz desde que tomou posse, em 2019.


Redes Sociais 


O deputado Carlos Veras e sua equipe administram muito bem suas redes sociais (Facebook, Instagram e sua página pessoal), o que é muito positivo para transmitir suas ações na Câmara, seu dia a dia. Interessante destacar que ele não fala só de política. Sua página (deputadocarlosveras.com.br¹), por exemplo, trás, entre outros temas:


Nossas Lutas

• Trabalho e Serviços Públicos

• Direitos, Inclusão e Liberdade

• Segurança e Soberania Alimentar

• Produção e Sustentabilidade

• Pernambuco Forte

• Dicas do Veras


Neste último link ele trás dicas importantes, como Dicas para ter uma horta em casa, Onde encontrar produtos produzidos pelo MST, Como fazer o bolo de caco da dona Creuza.


Receita da melhor pamonha caseira e muitas outras, que valem a pena conferir.


No link Nossa História, o texto vele muita a pena ser aqui retransmitido:


Mandato popular que nasce de um sonho coletivo


O nosso mandato é popular e participativo. Feito a muitas mãos. Construído por pessoas que pensam diferente, mas que partilham do sonho de colaborar na construção de um país digno e melhor para todas e todos.


Contamos com o apoio de um Conselho Político norteador das nossas ações, formado por intelectuais, educadores(as), lideranças sindicais, comunitárias, partidárias e de entidades representativas dos movimentos sociais, culturais, de juventude, LGBTI, mulheres e combate ao racismo e à intolerância religiosa. Carlos Veras é o representante desse coletivo.


“Sonho que se sonha só. É só um sonho que se sonha só. Mas sonho que se sonha junto é realidade.” – Raul Seixas


Quem é Carlos Veras?


Natural do município de Tabira (PE), Carlos Veras é o primeiro agricultor familiar pernambucano eleito deputado federal por Pernambuco, tendo a defesa dos direitos das trabalhadoras e dos trabalhadores como bandeira principal de seu mandato. 


É um dos autores da lei do vale-gás, que garantiu que inúmeras famílias voltassem a cozinhar com gás de cozinha. Também criou a lei que garante a previdência rural às trabalhadoras e aos trabalhadores rurais que receberam o auxílio emergencial, que perderiam a condição de segurado especial por acessarem o benefício. Até o momento, já apresentou mais de 1,2 mil propostas legislativas.


Eleito com 72.005 votos, em 2018, Carlos Veras filiou-se ao PT quando tinha apenas 16 anos, inspirado nos ideais de Luiz Inácio Lula da Silva. 


Ganhou destaque na Câmara dos Deputados na luta contra a reforma da Previdência, garantindo a retirada das trabalhadoras e dos trabalhadores rurais da reforma e a redução de danos à população em geral, ao conseguir derrubar a capitalização (privatização) e a desconstitucionalização da previdência social e, ainda, ao manter o Benefício de Prestação Continuada (BPC).


Carlos Veras também foi o primeiro pernambucano a presidir a Comissão de Direitos Humanos e Minorias da Câmara dos Deputados (2021-2022) e a instituir a paridade de gênero e raça na composição da presidência do Colegiado, um dos mais importantes da Casa. Atualmente, é membro das comissões de Trabalho, Agricultura Familiar e Direitos Humanos. Também presidiu a Frente Parlamentar em Defesa do Semiárido da Câmara Federal (2019-2022) e é secretário-geral da Frente Parlamentar da Agricultura Familiar.


Começou a trajetória política, aos 18 anos, como presidente da Associação Rural de Poço Dantas (Tabira) (1999). Depois assumiu outros postos de comando no movimento sindical e de agricultores. Foi coordenador do Complexo das Cooperativas do Sertão (2000-2001); secretário-geral da Cooperativa de Crédito Ecosol-Pajeú (2002-2009); vice-presidente da CUT (2009-2012) e, posteriormente, presidente da entidade (2012-2015), sendo reeleito para a gestão seguinte (2015-2018).


Sua gestão à frente da CUT -PE se destacou como uma ação democrática e participativa junto aos sindicatos e aos movimentos sociais, estudantil, negro, mulheres, entre outros. Também militou em nome da reforma agrária e da reforma política, convocando a classe trabalhadora para se manter unida e defender seus direitos contra o ajuste fiscal do governo.


O texto encerra afirmando que Carlos Veras É um deputado atuante no Parlamento e nas ruas. 


Disso, ninguém tenha dúvidas pois, nos Estudos Técnicos realizados realizados pelas equipes da Revista TOTAL, coordenados pelo seu diretor-presidente Marcelo Mesquita, em todos os municípios sempre um dos nomes citados como um deputado atuante é o de Carlos Veras. 


Photo imagem: Divulgação

Fonte: Marcelo Mesquita/Revista Total


terça-feira, 30 de maio de 2023

A exposição "Vladimir Machado - 50 anos de arte" traz os três gêneros artísticos do artista - pintura, desenho e gravura, no Centro Cultural Correios RJ

  A exposição "Vladimir Machado - 50 anos de arte" traz os três gêneros artísticos do artista - pintura, desenho e gravura, no Centro Cultural Correios RJ



Com curadoria de Ricardo A.B. Pereira (EBA/UFRJ), a mostra transita entre o realismo fantástico, o surrealismo e a arte contemporânea





Centro Cultural Correios RJ apresenta a exposição "VLADIMIR MACHADO – 50 ANOS DE ARTE", trazendo pinturas, gravuras e desenhos produzidos pelo artista plástico e professor de pintura que teve sua carreira interrompida pelo Alzheimer.  Seus trabalhos mostram um interesse inabalável na figuração e na arte contemporânea.


Sua obra pode ser dividida por temas que revelam claramente questões relativas à sua vida pessoal e familiar, bem como assuntos de alcance histórico, cultural e universal, tendo se aprofundado em todos eles. A mostra leva o espectador a se deixar levar pelas mensagens dos três gêneros artísticos em que Vladimir trabalhou, e que estão totalmente interligados - Pintura, Desenho e Gravura. No contexto da pintura e do desenho, as obras estarão classificadas por temas. No caso da gravura, classificadas por técnicas.





Com curadoria do Professor Dr. Ricardo A. B. Pereira (EBA/UFRJ), as obras partem de um realismo fantástico, passando pelo surrealismo, e as figuras mitológicas são traduzidas de forma contemporânea, tendo como referência primordial a linguagem clássica. A abertura será no dia 18 de maio, no Centro Cultural Correios RJ, 3º andar, e pode ser visitada até o dia 24 de junho.





Sobre Vladimir Machado


Pintor, desenhista, gravador e cenógrafo.

Natural do Rincão dos Alves, Jaguari,RS, 1951.

Na década de 70, tornou-se bacharel em pintura pela Escola de Belas-Artes da UFRJ. Neste mesmo período estudou pintura com Píndaro Castelo Branco, gravura em metal com Adir Botelho e serigrafia e pintura mural em afresco, no ateliê de José Moraes. Além disso, realiza a cenografia do filme O Poderoso Patrão e produz pinturas para os filmes As Musculaturas do Arco do Triunfo e Franz Kafka. Em 1986, leciona Análise da Forma, na Faculdade de Arquitetura e Urbanismo Silva e Souza e Pintura na Escola de Belas-Artes da UFRJ. Em 1992, realizou um painel para a Biblioteca do Departamento de Bioquímica desta última instituição. Dentre as exposições de que participa, destacam-se: Salão Nacional de Belas-Artes, no MEC, Rio de Janeiro, 1972; Salão Universitário - Funarte, Rio de Janeiro, 1975 (Premiado); Valores Novos, no Instituto Brasil-Estados Unidos, Rio de Janeiro, 1975; Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ, 1979; Pinturas e Desenhos, na Galeria Sesc Paulista, São Paulo, 1983/1986; First Art Exposition Brazil Holland, na World Trade Center, Amsterdam, Holanda, 1987; L´Homme Et Ses Croyances, na Inter Art Galerie, Paris, França, 1988; 3 Artistas, no MAM/Resende, 1994. Do início dos anos 70 até 2018, quando produziu seus últimos desenhos, já afetado pela doença, o artista foi um profundo pesquisador da linguagem pictórica, cujos fundamentos aprendeu na Escola de Belas Artes da UFRJ - onde trabalhou de meados dos anos 80 até sua aposentadoria como Professor Adjunto em 2015 -, fundamentos que embasaram sua poderosa verve criativa. De 1992 a 1995, fez Mestrado em Artes Visuais, História e Crítica da Arte, na Escola de Belas Artes da UFRJ. Entre 1998 e 2002, fez Doutorado em História Social (Conceito CAPES 6), pela Universidade de São Paulo, USP, Brasil. 





Sobre a curadoria


Prof.  Dr. Ricardo A.B. Pereira é pintor, ceramista e xilogravador. Graduado em Pintura - EBA-UFRJ. Mestre em Artes Visuais - História e Crítica da Arte - PPGAV-EBA-UFRJ. Doutor em Artes Visuais - História e Crítica da Arte - PPGAV-EBA-UFRJ. Coordenador do Curso de Pintura – EBA-UFRJ. Professor de Pintura - EBA-UFRJ. Administrador da Galeria Macunaíma - Pintura-EBA-UFRJ. A Arte pode melhorar o mundo.



Críticas


"Não basta ter talento, a pintura se conquista. É o caso de Vladimir. Quem acompanha seu trabalho vem sendo gratificado por uma trajetória que nos prepara um artista. É importante pelas qualidades que sempre mostrou e agora pela seriedade com que vem construindo sua base profissional. Seus resultados hoje não mais são ocasionais e ainda nos surpreende com a maneira metódica, sistemática e, volto a insistir, séria com que investe em sua obra, que já atinge a sensibilidade e inteligência das pessoas que a descobrem". (Carlos Scliar)




"O artista na realidade não se preocupou apenas com uma sequência de cenas de que participam figuras juvenis. Está na verdade, igualmente empenhado em solucionar problemas de espaço e de tempo, pois andou estudando teorias artísticas e empenhou-se em especulações filosóficas. E imprimiu a seu realismo um caráter meio fantástico, retirando de vários quadros uma conotação apenas ligada à fotografia. Procurou dar a alguns deles uma dimensão metafísica com um enfoque pessoal, o que é raro num pintor jovem". (Antonio Bento)


Acervos


Acervo Artístico da Universidade Federal de Uberlândia - Uberlândia MG
Coleção Paschoal Carlos Magano - Aldeia de Arcozelo RJ
IBAC - Instituto Brasileiro de Arte e Cultura - Rio de Janeiro RJ
Museu de Arte Moderna - MAM/Resende - Resende RJ
Museu de Arte de Santa Catarina - Masc - Florianópolis SC
Museu de Gravura Brasileira da Fundação Átila Taborda Basé - Rio Grande do Sul
Museu Dom João VI - Escola de Belas Artes - Rio de Janeiro RJ


Exposições Individuais


1976 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Galeria Morada
1978 - Rio de Janeiro RJ - Prelúdios II - Pinturas e Desenhos, na Funarte. Galeria Macunaíma
1978 - Santos SP - Prelúdios, na Galeria da AMS
1983 - São Paulo SP - Vladimir: desenhos, pinturas, na Galeria Sesc Paulista
1985 - Rio de Janeiro RJ - Individual, na Sala Cândido Portinari do Centro Cultural da UERJ
1986 - Florianópolis SC - Individual, no Masc. Galeria Casa da Cultura
1986 - São Paulo SP - Desenhos e Pinturas, na Galeria Sesc Paulista
1988 - Uberlândia MG - Individual, na Galeria de Arte e Acervo da Universidade Federal de Uberlândia
1989 - Brasília DF - Individual, na Galeria de Arte Dreer
1994 - Uberlândia MG - Vladimir Machado: ricordo di Pompei - pinturas, na Galeria Elizabeth Nasser
1996 - Rio de Janeiro RJ - Individual, no Espaço Cultural Banerj
1999 - Rio de Janeiro RJ - Vladimir: pinturas - Ricordo di Pompei II, no Espaço Cultural dos Correios
2004- Rio de Janeiro RJ - Pompéia Fluminense, no Centro Cultural dos Correios
2007 - Rio de janeiro RJ - Banhistas de Copacabana, no Espaço Mário de Mendonça - ARTE
2008 - Rio de Janeiro RJ - Banhistas de Copacabana, na Galeria de Arte do IBEU





2012 - Rio de Janeiro/RJ - Pinturas, no Espaço Cultural M.D. Gotlieb
2017 - Rio de Janeiro, RJ - Copacabana - Espaço Cultural M.D. Gotlieb
2019 - Rio de Janeiro/RJ - "Naturezas Mortas, Memórias Vivas", no Espaço Cultural M.D. Gotlieb



Exposições Coletivas


1972 - Rio de Janeiro RJ - Salão Nacional de Belas Artes, no MEC
1975 - Rio de Janeiro RJ - 1º Salão Universitário - Funarte - premiado em desenho e em gravura
1975 - Rio de Janeiro RJ - Valores Novos, no Instituto Brasil-Estados Unidos
1977 - Rio de Janeiro RJ - 1º Salão Carioca de Arte - Funarte
1977 - São Domingos (República Dominicana) - Jóvenes Grabadores Brasileños y Dominicanos, na Galeria Chasseriau
1978 - Rio de Janeiro RJ - 2º Salão Carioca de Arte - Funarte
1979 - Rio de Janeiro RJ - 2º Salão Nacional de Artes Plásticas, no MAM/RJ
1986 - Amsterdã (Holanda) - Projeto Vale a Pena Sonhar, do artista plástico holandês Menno Van Der Velde, na Galeria Makkon
1986 - Rio de Janeiro RJ - Futebol, na Galeria Basílio
1987 - Amsterdã (Holanda) - First Art Exposition Brasil-Holland, no World Trade Center
1987 - Paris (França) - 100 Anos de Villa Lobos - Peintres Brésiliens, na Inter-Art Galerie
1987 - Rio de Janeiro RJ - 100 Anos de Villa Lobos - Peintres Brésiliens, na Galeria Basílio
1987 - São Paulo SP - 100 Anos de Villa Lobos - Peintres Brésiliens, no Espaço Cultural Citicorp Center
1988 - Paris (França) - L'Homme et ses croyances, na Inter-Art Galerie
1992 - Rio de Janeiro RJ - Artistas Contemporâneos, na Galeria do Instituto Cultural Brasil-Argentina/Centro Empresarial Rio
1992 - Rio de Janeiro RJ - EBA Mostra Mestre, na Escola de Belas Artes
1992 - Rio de Janeiro RJ - O Rio que eu vejo, no Espaço BNDES
1993 - Rio de Janeiro RJ - Pinturas, na UFRJ
1993 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Arte Sesc - 5 Artistas Contemporâneos, no Sesc
1993 - Rio de Janeiro RJ - Projeto Paixão do Olhar da Cidade do Rio de Janeiro
1994 - Resende RJ - 3 Artistas, no MAM/Resende
1995 - La Neuf (Bélgica) - 7 Peintres Brésiliens, no Musée Louvain
1998 - Rio de Janeiro RJ - Natureza Morta?, no Sesc/Copacabana
1999 - Buenos Aires (Argentina) - Cultura y Solidaridad en el Mercosur: Un cielo comum para todos
1999 - Montevidéu (Uruguai) - Cultura y Solidaridad en el Mercosur: Un cielo comum para todos
1999 - Brasília DF - Cultura y Solidaridad en el Mercosur: Un cielo común para todos
1999 - Nova York - Cultura y Solidaridad en el Mercosur: Un cielo comum para todos, no Salão de Exposições da Organização das Nações Unidas
1999 - Rio de Janeiro RJ - Poemas Visitados Versão Preto e Branco, na Galeria Sesc Copacabana
2000 - Rio de Janeiro RJ - Pintando com los niños - artistas do Chile e do Brasil, na Casa das Ruínas/Santa Teresa
2001 - Rio de Janeiro RJ - Visões do Rio, na Fundação Calouste Gulbenkian
2013 - Rio de Janeiro, RJ - "Pintura em Quatro Vias" - Espaço Cultural M.D. Gotlieb, Copacabana/RJ
2017 - "Escola de Belas Artes 200 Anos - Docência, Pesquisa, Multiplicidade nos Cursos de Pintura e Gravura" – Centro Cultural Light – RJ (coletiva com professores e alunos).
2019 - “Orientações – Pintura e Gravura Contemporâneas”, organizada pelo Departamento Belas Artes Base da EBA-UFRJ Centro Cultural Correios – RJ (coletiva com professores e estudantes).



Serviço


Exposição: "Vladimir Machado - 50 anos"
Artista: Vladimir Machado 
Curadoria: Prof. Dr. Ricardo A.B. Pereira
Abertura: 18 de maio de 2023
Visitação: 18 de maio a 24 de junho de 2023
Realização: 
Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem
Local: Centro Cultural Correios RJ -  3º andar
Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro - RJ
Tel: (21) 2253-1580
De terça a sábado, das 12h às 19h
Entrada: gratuita
Classificação: livre


Como chegar: metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção a Rua da Alfândega); ônibus (saltar em pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas (Terminal Praça XV); VLT (saltar na Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a AV. Rio Branco/Uruguaiana).

Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br

A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes 


Assessoria de Imprensa:
Paula Ramagem

A exposição "Narrativas Transgressivas" apresenta obras do famoso estilista Vasilis Loizides, trazendo questões ligadas ao gênero, representação de minorias e experiência humana em geral.

    A exposição "Narrativas Transgressivas" apresenta obras do famoso estilista Vasilis Loizides, trazendo questões ligadas ao  gênero, representação de minorias e experiência humana em geral.




Com curadoria de Ian Milan e realização da Embaixada da República de Chipre, a mostra, que promete ser a grande surpresa do ano, pode ser visitada no Centro Cultural Correios RJ, a partir de 08 de junho.




Embaixada da República de Chipre em Brasília, com o apoio do Departamento de  Cultura Moderna e Contemporânea, e o Centro Cultural Correios RJ apresentam a exposição "Narrativas Transgressivas", trazendo fotos das obras do famoso estilista Vasilis Loizides que, após lançar sua marca homônima durante a New York Fashion Week 2017, passou a ser reconhecido como parte de uma nova geração de vozes influentes da cena artística e da moda internacional. 


Criador de tendências ligadas a temas que cercam a experiência humana universal, repletos de conceitos relativos à sexualidade, identidade de gênero e alteridade, Vasilis apresenta bordados, estampas e enfeites presentes em sua linguagem de design, manipulados para criar roupas que se utilizam de sua concepção para contar uma história.





As obras apresentadas nesta exposição, com curadoria de Ian Milan, exemplificam a dualidade presente no trabalho do estilista: peças selecionadas e projetos fotográficos de suas coleções de moda, além de peças originais inspiradas na riqueza artística e vibrante do Brasil, fluindo em silhuetas exuberantes. À medida que as ideias e cores se desenvolvem pelo espaço, os espectadores são convidados a descobrir as verdades na experiência vivida e a compartilhar essa energia com outras pessoas. 


exposição "Narrativas Transgressivas" promete 'transgredir' tudo o que já foi apresentado antes em termos de arte e moda, criando uma experiência capaz de ultrapassar os limites da realidade para levar o visitante para fora do lugar comum, 'infringindo' seus próprios pré-conceitos, a partir do dia 08 de junho, no 2º andar - salas B e C do Centro Cultural Correios RJ, onde pode ser visitada até o dia 22 de julho, das 12h às 19h. A mostra promete ser a grande surpresa da temporada de exposições em 2023.





No dia 22 de junho, será realizada a vernissage com a presença do estilista Vasilis Loizides, para receber amigos, autoridades e imprensa, e fazer uma visita guiada. No dia seguinte (23), o artista também estará nos Correios para mostrar suas obras aos visitantes.





Sobre a exposição


Referências míticas também são recorrentes nas coleções de Vasilis Loizides.  "Sendo um Cipriota, acredito que os mitos estão muito enraizados no meu conhecimento e no meu subconsciente, pois é uma das primeiras coisas que aprendemos quando crescemos", explica.  Sua obra explora a ideia de educação e sua relação com ela, a forma como são adquiridos valores e crenças, sobre todos os ideais grandiosos e conceitos de moralidade que são ensinados. A partir daí, criou uma coleção que tivesse uma essência nostálgica de uma doce promessa que nunca se cumpriu, ansiando por um tempo em que as expectativas de gênero ainda não haviam sido internalizadas - um lugar jovem e mítico onde o gênero dificilmente é um fator na equação.


“Pessoalmente, eu apenas desenho o que acho interessante e desconsidero noções de como deve ser o traje. Eu tento não prestar atenção a isso”, diz ele. “Uma das coisas de que gosto na mitologia e na história é que ocasionalmente a ideia de gênero não é tão proeminente. Sempre admirei mulheres e deusas poderosas ou a fluidez de certas épocas.”  





Sobre Vasilis Loizides 


Após servir no exército cipriota, Vasilis mudou-se para Nova York para estudar Design de Moda na Parsons, The New School for Design. Fora da sala de aula, Vasilis passava seu tempo livre trabalhando para vários designers, incluindo Marc Jacobs e Nicola Formichetti. Em setembro de 2017, ele lançou sua marca homônima, que recebeu reconhecimento de líderes do setor, incluindo publicações e meios de comunicação como Vogue, Runway, Another Man, Dazed & Confused, i-D e Document Journal, para citar alguns. Do ponto de vista profissional, a coleção fortaleceu e contextualizou sua prática de design por meio da experiência com relacionamentos com fornecedores, produção de design, relações públicas e presença da marca nas mídias sociais e na Semana de Moda de Nova York. 


Suas coleções confrontam questões ligadas ao papel de gênero, representação de minorias e a experiência humana em geral. Com base em uma narrativa alegórica única, cada coleção celebra a verdade distorcida, misteriosa e muitas vezes surreal que existe entre expectativas e realidade.  





Formação  
Parsons, The New School for Design 
BFA Fashion Design, Maio 2015 

Trabalhos realizados

Fundador - Designer, RTW 
Vasilis Loizides / New York, NY / setembro de 2017 até o presente

Assistente de  Design de sapatos masculinos e infantis
BBC, International / New York, NY / setembro de 2016 a agosto de  2019 

Produção e Design de Prêt-à-porter masculino e feminino
Nicopanda / New York, NY / setembro de  2014 a abril de 2015 

Design de bolsas
Marc by Marc Jacobs / New York /agosto de  2013 a janeiro de 2014

Desenho de Bordados
Marchesa / New York, NY / setembro a dezembro de 2012 


Redes Sociais


Instagram: @vasilisnyc

Site: www.vasilisloizides.com



Serviço

Exposição: "Narrativas Transgressivas"

Artista: Vasilis Loizides

Curadoria: Ian Milan

Abertura: 08 de junho de 2023 às 12h 

Vernissage: 22 de junho de 2023

Visitação: 08 de junho a 22 de julho de 2023

Assessoria de Imprensa: Paula Ramagem


Local: Centro Cultural Correios RJ 

Rua Visconde de Itaboraí, 20 - Centro - RJ

Tel: (21) 2253-1580

De terça a sábado, das 12h às 19h

Entrada: gratuita

Classificação: Não recomendado para menores de 10 anos


Como chegar: metrô (descer na estação Uruguaiana, saída em direção à Rua da Alfândega); ônibus (saltar em
pontos próximos da Rua Primeiro de Março, da Praça XV ou Candelária); barcas (Terminal Praça XV); VLT (saltar na
Av. Rio Branco/Uruguaiana ou Praça XV); trem (saltar na estação Central e pegar VLT até a AV. Rio
Branco/Uruguaiana).
Informações: (21) 2253-1580 / E-mail: centroculturalrj@correios.com.br
A unidade conta com acesso para pessoas cadeirantes 


Realização: Embaixada da República de Chipre - Brasília

Apoio: Departamento de Cultura Moderna e Contemporânea /Centro Cultural Correios/Ministério das Comunicações/ Governo Federal 


Assessoria de Imprensa:

Paula Ramagem

segunda-feira, 29 de maio de 2023

Documentário Déo Garcez

 Documentário Déo Garcez


Branquitude  Brasileira: a importância de fatos que marcaram a história brasileira




Duzentos anos da proclamação da Independência e cento e trinta e cinco da libertação de negros escravizados. Fatos, sem sombra de dúvidas, essenciais para a construção das origens brasileiras, e os mesmos, retratados em “Branquitude Brasileira”, um documentário de António Tostes. Lançado, recentemente, no CCJF (Centro Cultural da Justiça Federal), no Centro do Rio de Janeiro, o filme enfatiza o racismo estrutural e tem como recorte a jornada de Luiz Gama. Além do mais, o ator Déo Garcez, renomado por seus papéis no teatro e nas telenovelas, é um dos produtores e o protagonista, e faz o público refletir o Brasil, mediante aos seus próprios desafios e sua biografia. 


“Foca a minha trajetória de homem preto, cidadão, artista e que vem recuperando a história e o destaque de Luiz Gama na luta pela liberdade de cidadãos escravizados, através do espetáculo Luiz Gama: uma voz pela liberdade, com texto meu e direção de Ricardo Torres.  No elenco, eu, Deo, como protagonista, interpretando o próprio Luiz Gama; e a atriz Soraia Arnoni", declara o ator. 


No longa, Déo fala sobre o desejo de se tornar ator e, ainda, da bolsa de estudos que precisou, pois usava todo o salário para pagar a Faculdade de Artes Dulcina de Moraes. “Já trabalhava nos correios e soube que pessoas escreviam cartas a fim de solicitar bolsas, empregos, para os políticos que governavam e na época, quem presidia era o Sarney. Recorri a ele. Contei minha história e que estava a ponto de desistir. No dia seguinte, recebi um telegrama do secretário dele, me orientando a me inscrever no crédito educativo da Caixa Econômica Federal para que, de alguma forma, essa bolsa se agilizasse, através do presidente e, assim, aconteceu. Consegui e segui o meu sonho”. 


O que precisa ser feito para que, no Brasil, cidadãos negros recebam um tratamento digno e todos os seus direitos sejam cumpridos, principalmente, no mercado de trabalho?


Penso que é urgente que haja uma educação anti-racista em nossas escolas, desde o ensino básico, a começar pelo cumprimento da lei 10639 que estabelece a obrigatoriedade do ensino e história da cultura afro-brasileira e indígena na grade curricular. Sabemos que nossa educação supervaloriza a história e a cultura branco-européia em detrimento das africanas e indígenas. O brasileiro precisa conhecer a verdadeira história do Brasil, a importância de pessoas escravizadas e dos índios na construção do nosso país. O pleno cumprimento dessa lei será uma contribuição fundamental no combate ao racismo, ajudará e muito, através da conscientização, de que dignidade, direitos iguais devem ser para todas as pessoas em todas as esferas da sociedade, e isso inclui também o mercado de trabalho. 


Quanto à escravidão, acrescenta: Deixou sequelas drásticas, que insistem em permanecer até hoje! Exatamente pela falta de humanismo, de conhecimento, pela alienação, pelos apagamentos intencionais da nossa verdadeira história, de nossos heróis e heroínas negro, que tiveram importância fundamental em tantas aspectos, em tantas áreas do conhecimento exercidos com eficiência na sociedade brasileira.  Tivemos conquistas sim, claro, como a lei de cotas nas universidades, mas infelizmente ainda estamos longe de uma equidade. Porém a luta de nossos heróis e heroínas não foi em vão, ela é necessária, é permanente. A luta continua!”.



Para assistir, basta acessar o link

Branquitude Brasileira, documentário. - YouTube

Johnny Rockets, Dickey's Barbecue Pit, Cuor di Crema e Boulangerie Carioca chegam à Markable Comunicação

      Johnny Rockets, Dickey's Barbecue Pit, Cuor di Crema e Boulangerie Carioca chegam à Markable Comunicação


Especializada em franchising, Markable Comunicação assume quatro novas marcas de gastronomia em maio, incluindo as americanas Johnny Rockets e Dickey's Barbecue Pit




Dos macarons e gelatos aos típicos american burger e barbecue, a Markable Comunicação dá uma volta gastronômica ao mundo e recebe quatro novas contas  este mês: as brasileiras Cuor di Crema, gelateria artesanal de método italiano, e Boulangerie Carioca, alta confeitaria no estilo francês, além das franquias internacionais Johnny Rockets, rede de restaurantes ambientada nos anos 1950, e Dickey’s Barbecue Pit, churrascaria texana especializada em carnes defumadas. 


Fundada pela jornalista Samara Perez, com 20 anos de experiência em assessoria de imprensa, 15 deles dedicados ao franchising, a Markable Comunicação direciona os novos clientes ao atendimento de Analina Arouche e Isabel Franson, no núcleo de Gastronomia da agência, que inclui ainda clientes como Casa de Bolos, Mais1.Café, Le Petit Macarons, Home Sushi Home, Mr. Fit, Mr. Cheff e Pizza Prime. 


sábado, 27 de maio de 2023

Descubra o momento ideal para aumentar o preço do seu produto ou serviço e impulsionar seus lucros

    Descubra o momento ideal para aumentar o preço do seu produto ou serviço e impulsionar seus lucros


Veja como aumentar seus valores de forma estratégica e sem prejudicar seus clientes e negócio


Créditos: Pexels


Aumentar o preço de um produto ou serviço pode ser uma estratégia eficaz e necessária para impulsionar os lucros de um negócio. No entanto, saber o momento ideal para fazer isso pode ser um desafio para muitos empreendedores. De acordo com Waltinho Foguete, consultor de empresas, mentor de influenciadores e palestrante, não há regras que determinem o período certo de aumentar os preços. 


"Sempre gosto de dizer que “preço define posicionamento”. Quanto mais qualidade tem um produto ou serviço, o custo tende a aumentar, porém a percepção de valor por parte do seu cliente também aumenta, dando assim ao seu negócio a oportunidade de subir significativamente os valores da sua mercadoria”, declara Waltinho. 


Além disso, ele explica que existem três fatores que devem ser considerados antes de aumentar seus preços. “O primeiro é a demanda: quanto mais pessoas em busca de um produto ou serviço de alta demanda, mais caro este item poderá ficar. O segundo é qualidade: quais benefícios, transformações, resultados e vantagens seu produto possui. Já o terceiro é a autoridade percebida: é a percepção de valor por parte do seu cliente alvo”.  


Outro fator que pode influenciar é a concorrência. Uma das estratégias para se livrar da “guerra de preços”, segundo Waltinho, é investir na qualidade e experiência que você oferece. Dessa forma, é possível justificar o aumento dos valores. “A melhor forma de aumentar um preço é antes aumentando a entrega. Utilize estratégias que gerem percepção de “overdelivery” nos seus clientes, ou seja, faça eles perceberem que estão recebendo muito além de suas expectativas. Invista na jornada do seu cliente, crie experiências inovadoras e ofereça soluções ao invés de tão somente produtos e serviços”.


Apesar dos benefícios, é importante atentar-se aos impactos do aumento dos preços. “Ao aumentar seu preço, a tendência é que você receba clientes mais qualificados, porém mais exigentes”, esclarece Waltinho. “Para que isso não seja um “tiro no pé” oriento que você invista na sofisticação dos processos de entrega de seus produtos ou serviços”, finaliza. 


"Crie Palestras Inesquecíveis"

   " Crie Palestras Inesquecíveis" Lançamento do novo livro de Joni Galvão e Dennis Penna   Dennis Penna e Joni Galvão revelam os ...